Meio de informação e divulgação, aberto à iniciativa e participação da comunidade, procurando difundir a actividade local entre 22 de Junho de 2007 a 1 de Outubro de 2013. Obrigado a todos os 75.603 leitores.

Igreja Românica S. Gens de Boelhe (M.N.)
18
Jan 11

Direitos ReservadosDireitos Reservados

  

Inauguração do Salão de Eventos da Freguesia de Boelhe

 

Perante o olhar, atenção e sentimento de união da moldura humana presente, a freguesia de Boelhe soube uma vez mais, em comunidade, receber e acolher todos quanto assistiram à bênção e inauguração do seu novo espaço cultural. Após a bênção e breves palavras do Pe. Ilídio dos Santos, pároco de Boelhe, dirigidas às centenas de pessoas presentes, o Salão de Eventos da Freguesia de Boelhe foi oficialmente inaugurado pelo executivo da Junta de Freguesia de Boelhe, presidido por Avelino dos Anjos Silva.

Idealizado como palco para a apresentação de iniciativas e actividades culturais, ensaios, ateliês, workshops e de lazer, esta infra-estrutura constitui-se como espaço, mais-valia, suporte e sustentabilidade aos eventos promovidos pelas Comissões de Festas, Comunidade Educativa, Grupos e Movimentos Paroquiais, Colectividades e Associações da freguesia.

Avelino Silva, presidente do executivo, recordou o esforço financeiro dispendido pela Junta de Freguesia em ano de forte redução de transferências de verbas, agradeceu a colaboração de todos os envolvidos, construtores e empresários locais, aos voluntários e fornecedores, realçando a disponibilidade e contributo social de beneméritos que, no esforço da pessoa do presidente da Comissão de Festas, Pedro Nuno Vieira, deram resposta às necessidades e equipamentos de apoio.

 

Direitos Reservados 

 

Partilhando do sentimento geral da população, entre individualidades e representações, além dos membros da Assembleia de Freguesia, marcaram presença os presidentes de direcção das associações e colectividades locais, educadores e docentes da comunidade educativa.

Não descurando o apoio à iniciativa e como impulso à concretização e melhoria da acção social, nomeadamente com mais idosos, a Junta de freguesia de Boelhe manter-se-á empenhada em dialogar e trabalhar com o município de Penafiel pela cedência das instalações da EB1 de Bairros n.º 1, adaptando-as em Centro de Dia, Convívio e ATL da Associação Desenvolvimento de Boelhe. Deste modo, assegura Avelino Silva, as actuais instalações do rés-do-chão da Sede de Junta possibilitará o espaço ideal para o associativismo, indicando como exemplo, o Rancho Folclórico de Boelhe.

 

Direitos ReservadosDireitos Reservados

2ª edição dos "Cantares das Janeiras à População

 

No âmbito da inauguração do espaço cultural, a Junta de Freguesia de Boelhe promoveu a 2ª edição dos "Cantares das Janeiras à População.

Em torno das raízes e tradições de Boelhe, da música à alegria, reunindo em convívio cerca de um milhar de pessoas, durante três horas, os grupos de acção da freguesia de Boelhe (re)viveram os cantares de reis. Depois da comunidade educativa ter desenvolvido durante a semana a iniciativa "Reis no Jardim", a freguesia de Boelhe convidou a população para a 2ª edição dos cantares das janeiras.

O encontro cultural iniciou-se com a entrada do Grupo de Bombos "Os Amigos de Boelhe" e contou com a presença de seis grupos de cantares populares: crianças e educadora Ana Pereira do Jardim-de-Infância de Bairros, Jovens e professora Clarinda Mota da EB1 Bairros n.º 2, Equipa Pastoral da Família, acompanhada pelo Pároco Ilídio dos Santos, formandos, formandas e formadora Carla Soares do curso Técnicas de Socorrismo, Coral Litúrgico de Boelhe e cantares das janeiras da Comissão de Festas a S. Gens. Cada grupo apresentou os seus cânticos próprios e, presenteados com uma alusiva lembrança pela sua participação, foram efusivamente saudados pelos populares.

 

. Grupo de Bombos "Os Amigos de Boelhe"  

 

 

. Pastoral da Família

 

 

. Curso de "Técnicas de Socorrismo"

 

 

  

Unanimemente reconhecida, foi uma excelente jornada de "anúncio" e também de reforço dos laços de pertença a comunidade que ultrapassam as diferenças ou outros ideais. O cântico das janeiras, segundo Avelino Silva, presidente do executivo da freguesia de Boelhe, estende-se à população e sai à rua. Vem da vontade em criar laços entre a comunidade, instituições e a necessidade de aprofundarmos as nossas riquezas culturais.

A actuação do Rancho Folclórico de Boelhe encerrou esta 2ª edição, novamente marcada pelo sucesso, ficando a certeza de para o ano voltar. Assim se (re)vivem as tradições, em comunidade!

  

Poesia em versos

 

Herodes era o rei,

Com humor tinha o tirano.

De boas práticas não sei,

Invejoso era o romano.

 

Do palácio ditava leis,

Que obrigava a cumprir.

Esqueceu que o Rei dos reis,

Ainda estava p´ra vir.

 

Louvado o Poder Divino,

Que nos envia o protector.

Fez-se Homem o menino,

Dedicamos-lhe o nosso amor.

 

Regavam as profecias,

Com sentido profundo!

Há-de chegar o Messias,

Como Salvador do Mundo.

 

Hermínio Mendes

Boelhe

 

“Reis no Jardim” animam Comunidade Educativa

 

No passado dia 13 de Janeiro, o Jardim-de-infância de Bairros acolheu, pelas 14 horas, a actividade lúdico-pedagógica “Reis nos Jardim”. Tendo como base os cantares das janeiras, as crianças e educadoras proporcionaram momentos de convívio e interacção entre pais, encarregados de educação e familiares, partilhando da experiência e afecto musical dos habitantes desta localidade.

Dando cumprimento ao costume de “cantar os reis”, o Jardim-de-infância de Bairros abriu as suas portas a toda a comunidade a fim de desejarem um Bom Ano, a todos. Tradição é tradição, mas "gostamos de dar asas á imaginação… Em vez das tradicionais coroas, que já havíamos realizado e levado para casa no dia de Reis, colocamos o gorro de Pai Natal… Depois, encantamos todos os presentes cantando lindas quadras, adaptadas a uma música tradicional portuguesa". Para acompanhar neste momento tão harmonioso esteve o Sr. Avelino e o seu acordeão.

Os familiares e amigos presentes tiveram ainda a oportunidade de assistirem a quatro momentos de dança, realizados pelas crianças. "A todos os presentes e ausentes que nos apoiaram e nos ajudam em cada momento o nosso bem-haja! As crianças agradecem com sorrisos e muita alegria!"

“Cantar as Janeiras” surge com o inicio do novo ano. Essa adorável tradição portuguesa vem do tempo dos romanos, que festejavam o deus Janos, o porteiro do Olimpo, o senhor das Entradas, que podia nos proporcionar um ano venturoso, exorcizando as energias impuras.

Em Boelhe, como em muitas outras localidades no Norte de Portugal, reúnem-se grupos de pessoas, comissão de festas a S. Gens, para cantar, dançar e conviver, anunciando o nascimento de Jesus em família, o início de um novo ano ou como mensagem de boas festas, esperando receber em troca da folia, as janeiras (castanhas, nozes, maçãs, doces ou dinheiro) presenteados.

Saiba + in Vento Sudeste 

  

 

publicado por a nossa terra às 23:43

pesquisar neste blog
 
Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
13
15

16
17
19
20
21
22

24
25
27
29

30
31


links
Força Portugal!
badge
blogs SAPO