Meio de informação e divulgação, aberto à iniciativa e participação da comunidade, procurando difundir a actividade local entre 22 de Junho de 2007 a 1 de Outubro de 2013. Obrigado a todos os 75.603 leitores.

Igreja Românica S. Gens de Boelhe (M.N.)
28
Mar 08

Penafiel e Paredes com um número elevado de casos de tuberculose       

  

No passado dia 24 de Março, o Departamento de Medicina do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa, assinalou o dia Mundial da Tuberculose, apresentando dados estatísticos relacionados com os casos que passaram pelo internamento do Hospital Padre Américo, nos últimos seis anos, em que os concelhos de Penafiel e Paredes apresentam um número elevado de casos de tuberculose, liderando a lista de portadores do “bacilo de Koch”, o micróbio desta doença infecciosa. 

 

 Dr. Freire Soares, Dr. José Alberto Marques e Dr. Azeredo Lobo

 

No distrito do Porto, os concelhos que integram a área de influência do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa são dos que maior incidência apresenta de Tuberculose, existindo freguesias que são consideradas de alto risco, como é caso das freguesias de Boelhe, Cabeça Santa, Oldrões, Peroselo, Duas Igrejas, Canelas, do concelho de Penafiel. Sendo de referir que estas freguesias essencialmente ligadas á indústria da extracção da pedra, são mais propícias à propagação da doença.

Refira-se ainda que entre 2002 e 2007, estiveram internados no hospital de Penafiel 471 doentes, mas os especialistas consideram maior o número de infectados na região. “Por cada doente internado neste hospital há mais quatro ou cinco outras pessoas com esta doença”, referiu Maria do Céu Póvoas, do Departamento de Pneumologia do hospital. “O número de casos tem vindo a baixar, mas ainda assim são vergonhosos”, consideram os especialistas.

Segundo os especialistas os maiores obstáculos na luta contra a doença é a desresponsabilização do doente, que recusa ou interrompe os tratamentos, a par da falta de uma legislação para obrigar ao internamento compulsivo.

Esta iniciativa teve como principal objectivo alertar a sociedade para a problemática da Tuberculose, através da análise da realidade desta doença na região do Vale do Sousa.

Recorde-se que a Tuberculose que actualmente mata aproximadamente dois milhões de pessoas por ano, 98 por cento das quais em países em desenvolvimento, tem tratamento e é susceptível de ser prevenida.

publicado por a nossa terra às 15:41

pesquisar neste blog
 
Março 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
15

16
17
18
21
22

23
24
25
26
27
29

30
31


links
Força Portugal!
badge
blogs SAPO