Meio de informação e divulgação, aberto à iniciativa e participação da comunidade, procurando difundir a actividade local entre 22 de Junho de 2007 a 1 de Outubro de 2013. Obrigado a todos os 75.603 leitores.

Igreja Românica S. Gens de Boelhe (M.N.)
06
Jul 12

 

"ON.2 – O Novo Norte” (Programa Operacional Regional do Norte) disponibilizou um pacote de 30 milhões de euros de fundos estruturais para apoiar o desenvolvimento de economias em zonas de "baixa densidade” na Região do Norte, com especial concentração na oferta e dinamização turísticas.

Conforme difusão noticiosa, desde Setembro de 2011, este conjunto de apoios será aplicado na execução de sete dos oito programas de valorização económica de zonas de "baixa densidade”, designados de "PROVERE”: Douro Região Vinhateira; Rota do Românico do Vale do Sousa; Minho-IN; Douro Verde (no Baixo Tâmega); Montemuro, Arada e Gralheira; Inovarural (no nordeste transmontano); e Terra Fria Transmontana. As candidaturas de projectos e apresentação terminaram em 3 de Fevereiro último.

A aposta passa por realizar investimentos, com elevado potencial de geração de negócios e rentabilidade, em recursos característicos e produtos distintivos desses territórios, sejam eles naturais, patrimoniais, paisagísticos, culturais ou agro-alimentares. O desenvolvimento da oferta e da atractividade turísticas (como são os casos do Douro Vinhateiro e da Rota do Românico do Vale do Sousa), a promoção e a inovação de produtos de excelência e de elevado valor económico (por exemplo, na fileira do azeite, ao abrigo do programa Inovarural) e o reforço do marketing territorial (exemplo da iniciativa Minho-IN) são algumas das prioridades dos programas "PROVERE”.

Estas iniciativas são concretizadas através de consórcios locais ou regionais de entidades públicas, privadas e de empresas, e visam proporcionar novas oportunidades de desenvolvimento económico aos territórios com menor densidade populacional, dinâmica empresarial e tecido institucional.

 

 

 

ON.2 faz avançar plano de promoção cultural e turística da Rota do Românico

 

A autoridade de gestão do "ON.2 – O Novo Norte” (Programa Operacional Regional do Norte) e a Associação de Municípios do Vale do Sousa contratualizam em Dezembro último, em Lousada, o investimento de 3,4 milhões de Euros para a concretização do programa de promoção e dinamização cultural e turística da Rota do Românico.

Com uma comparticipação comunitária garantida pelo ON.2 no valor de 2,7 milhões, este projecto visa a afirmação da Rota do Românico enquanto destino de turismo cultural e patrimonial de excelência, através do reforço da oferta das actividades e da promoção externa. Entre as acções previstas estão a produção de conteúdos e suportes informativos e promocionais, também da Web e multimédia e a definição de um programa de animação turística e cultural.

A Rota do Românico constitui um dos programas de valorização de economias locais da Região do Norte viabilizados pelo ON.2, podendo contabilizar um apoio comunitário global, no conjunto de oito projectos, correspondente a 8 milhões de Euros, para um investimento que deverá ascender a 11 milhões.

O ON.2 pretende, assim, dar continuidade à aposta da Rota do Românico na criação e organização de uma nova oferta turística na Região Norte, no segmento do touring cultural, que visa tornar sustentável a preservação do património românico do Tâmega e Sousa, gerando fluxos turísticos, novos negócios e emprego. A Rota integra 57 monumentos riquíssimos do património românico regional, entre mosteiros, igrejas, torres, pontes e memoriais, e recebeu o galardão "Norte Civitas” nos Prémios NOVO NORTE 2010.

 

 

 

"Boelhe Radical"

 

É apenas um dos inúmeros projectos complementares à lista de projectos âncora que, através do programa operacional PROVERE, venha dinamizar e valorizar a Rota do Românico do Vale do Sousa através da oferta cultural e turística.

Fundamental à conservação e requalificação do património cultural da Rota do Românico, o QREN visa conceder apoios financeiros a projectos comunitários que atentem à salvaguarda e valorização do território e do património da região.

 

ON.2 - O Novo Norte!

Designação do Projecto: Boelhe Radical         

Promotor: Associação para o Desenvolvimento de Boelhe

Investimento Total: 177.600 euros

Investimento Elegível: 177.600 euros

Líder do consórcio: Associação de Municípios de Vale do Sousa

+ consultar listagem de projectos

 

Programa Operacional Potencial Humano

 

Listagem n.º 43/2009

Nos termos do disposto na alínea l) do n.º 1 do artigo 10.º do Decreto Regulamentar n.º 84-A/2007 de 10 de Dezembro, foi publicada a lista dos apoios concedidos pelo Programa Operacional Potencial Humano (POPH) no ano de 2008:

 

Entidade Beneficiária: Associação para o Desenvolvimento de Boelhe

Número de Identificação Fiscal: 505 160 110

Designação do Projecto: Cursos de Educação e Formação de Adultos

Valor (euros): 609.808,95

 

Entidade Beneficiária: Associação para o Desenvolvimento de Boelhe

Número de Identificação Fiscal: 505 160 110

Designação do Projecto: Cursos de Formação para a Inclusão

Valor (euros): 36.819,47

+ consultar listagem (ano 2008)

 

Contas feitas, directamente ou indirectamente e como entidade neste tipo de apoios, a Associação para o Desenvolvimento de Boelhe beneficiou de 824.228,42 euros.

+ sobre ADF Boelhe in http://adfboelhe.wordpress.com/

 

publicado por a nossa terra às 08:09


perfil

4 seguidores

pesquisar neste blog
 
Julho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

17
20

22
24

29
31


links
Força Portugal!
badge
blogs SAPO