Meio de informação e divulgação, aberto à iniciativa e participação da comunidade, procurando difundir a actividade local entre 22 de Junho de 2007 a 1 de Outubro de 2013. Obrigado a todos os 75.603 leitores.

Igreja Românica S. Gens de Boelhe (M.N.)
23
Nov 11

Leia o artigo publicado pelo jornal

 

Nos últimos dias, os assaltantes referenciados como toxicodependentes invadiram algumas residências nos lugares de Calvário e Estremadouro, um estabelecimento comercial no lugar de Cristóvão, tendo sido ainda registada uma violenta agressão a uma idosa que vive sozinha. Se em Fevereiro, esta freguesia do concelho de Penafiel foi notícia pelos furtos de cobre da rede pública de iluminação, assaltos a inúmeras habitações e da morte de dois jovens electrocutados junto a uma pedreira da região, tem sido frequente o desaparecimento de objectos em ouro e outros bens a particulares – depois do flagelo do tráfico de droga, a insegurança toma conta das preocupações diárias da população.

Dos acontecimentos, recentes da passada madrugada de segunda-feira, consta-se, só no lugar de Estramadouro, em danos numa viatura, tentativas de arrombamento a uma garagem e três habitações, tendo os assaltantes “arrancado” os brincos das orelhas a uma idosa, que entretanto fora socorrida pela vizinhança e levada de imediato para as urgências hospitalares.

Também em Calvário, um casal enquanto dormia fora também surpreendido, recorrendo os assaltantes ao uso de armas brancas para os inibir de qualquer reacção, enquanto furtavam as alianças. A invasão de propriedades também têm sido registadas, tratando-se motivo de conversa e discórdia entre os populares que se mostram revoltados por haver pessoas que sabem que, durante o dia circulam normalmente pelos cafés da freguesia, estudam minuciosamente quem assaltar durante a madrugada e, quando detidos em flagrante pelas autoridades, no dia seguinte, regressam do tribunal para prosseguirem a actividade. “Prenderam um dos Diabos, agora são outros que querem ocupar o lugar de destaque nos assaltos”, repudiam os populares para quem os roubos, muitas vezes, têm consequências inesperadas, lamentam.

Os alertas de moradores, empresários e da junta de freguesia multiplicam-se para uma presença mais visível e efectiva de equipas da Guarda Nacional Republicana, (re)surgindo a hipótese de voltarem a formarem-se "milícias" de populares para salvaguardar os lugares e as habitações durante o período da noite.

Avelino Silva, presidente da Junta de Freguesia de Boelhe, revela a sua preocupação e a revolta sentida pela população com a recente onda de assaltos verificados, sublinhando tratar-se de criminalidade decorrente de factores diversos ligados ao tráfico de droga, desemprego e a baixa escolaridade dos assaltantes. “Os acontecimentos das últimas noites não deixem ninguém sossegado e, apesar da presença das autoridades, torna-se necessário o reforço da segurança e a intervenção dos meios policiais e judiciais”, acrescenta.

 

publicado por a nossa terra às 08:24


perfil

4 seguidores

pesquisar neste blog
 
Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10

13
15
17

20
21
22
25
26

27
29


links
Força Portugal!
badge
blogs SAPO