Meio de informação e divulgação, aberto à iniciativa e participação da comunidade, procurando difundir a actividade local entre 22 de Junho de 2007 a 1 de Outubro de 2013. Obrigado a todos os 75.603 leitores.

Igreja Românica S. Gens de Boelhe (M.N.)
28
Abr 12

 

Aires Sousa

 Campeão Nacional de Atletismo e presidente da secção de Atletismo do FC Penafiel

 

Aires Sousa chegou à competição por acaso mas o gosto pelo atletismo e a admiração pelos grandes nomes da modalidade fez o bichinho crescer. Actualmente é, além de atleta, o responsável pela secção de atletismo do Futebol Clube de Penafiel, que tem conseguido bons resultados. O penafidelense já conquistou várias medalhas de ouro e acalenta o sonho de chegar ao pódio numa prova internacional para sentir a emoção de ouvir o português. 

 

 

Aires Orlando Sousa nasceu em Irivo, Penafiel, em Dezembro de 1971. Por lá viveu os dias de brincadeiras e, desde cedo, se mostrava rápido na corrida. Mas só mais tarde, por volta dos 13/14 anos, começou a acompanhar o irmão, Albino Sousa, que também era atleta, às competições. "Ainda me lembro de ir, com outros cachopos e adultos, na parte detrás de uma carrinha de caixa aberta que nos levava até às provas", recorda. O bichinho ficou e foi crescendo. 

Mas o atleta penafidelense não esconde que a admiração pelo atletismo e pelas conquistas de grandes nomes portugueses da altura já existia: "Ficava fascinado a ver o Carlos Lopes e a Rosa Mota a ganhar medalhas nos campeonatos". Na escola ia participando em provas de corta-mato e, "como era magrinho e ágil", vencia-as quase todas. Quando chegou ao 6.º ano, não esquece que venceu a prova apadrinhada pela atleta Rosa. "A partir daí alimentei o sonho de um dia ser como eles", afirma Aires Sousa. E lutou por isso. 

O primeiro clube, amador, em que ingressou era o "Molas Aba", de Irivo, que hoje já não existe. "A primeira medalha que ganhei foi no estádio do Marco de Canaveses, em piso de terra. Andei com ela ao peito, presa por um alfinete, o dia todo", lembra o atleta. Ainda enquanto júnior, foi treinado por José Dias e a marca de 14,17'' conseguida levou-o a participar no Campeonato Ibérico da Irlanda do Norte, onde conseguiu o 4.º lugar. 

Depois passou por inúmeros clubes. Desde o Bonjoia (Porto), na altura em que passou a competir a nível nacional, até ao Pasteleira (Porto), Casa do Benfica no Porto, NAM Matosinhos, Boavista, Salgueiros (Porto), Gémeos Castros (Guimarães) e ao Joane (Famalicão).

 

Gosto pela competição mantém-se

 

Hoje, com 40 anos, Aires Sousa compete pela secção de atletismo do FC Penafiel, secção que, juntamente com o irmão e nomes como Alfredo Barbosa (conhecido treinador de atletas como António Pinto e Fernanda Ribeiro) ajudou a fundar/reactivar em 1987/88. Apesar de ter competido por outros clubes, o atleta diz que nunca se afastou do clube e, de há sete anos para cá, tem apoiado mais a secção. Além de atleta e presidente, Aires é também treinador, tesoureiro, massagista, psicólogo e responsável pela logística… 

Mas apesar de tudo, confessa, ainda gosta mais de correr do que antes. "Vivo mais o atletismo que o meu lar", diz. Por dia, o atleta treina duas vezes, num total de uma hora e 50 minutos, o que nem sempre é fácil de conciliar com o trabalho de motorista na Câmara Municipal. "Quem quer ser dos melhores não pode parar", sustenta. 

O objectivo actual do atleta é ser campeão nacional, um título que lhe anda a fugir há dois anos, quando sofreu uma lesão no tendão de aquiles. O maior sonho, revela, é ir a um campeonato do mundo ou da Europa, e, como os ídolos da juventude, subir ao pódio, ter uma medalha ao peito e ouvir o hino nacional. Um sonho que espera concretizar. "Acredito que no campeonato da Europa ainda vou conseguir uma medalha", garante. 

  

Muitos resultados apesar das fracas condições

 

Responsável por uma secção com 26 atletas (22 deles federados), dos 8 aos 58 anos, Aires Sousa lamenta as fracas condições em que têm que treinar, apesar dos bons resultados conseguidos. E confessa-se desmotivado pelo pouco que se tem feito num concelho com tanta história no atletismo: "Tem-se feito quase um zero. Poucos atletas conseguem sobreviver face às poucas condições que temos. Não temos sequer um local específico para treinar". 

Sem quaisquer apoios financeiros – além das inscrições e seguros pagos pelo FC Penafiel "que não pagam um quarto das necessidades" – os atletas pagam muitas vezes as deslocações para as provas e treinam em volta do Estádio 25 de Abril ou na estrada. "Gostava de saber se os responsáveis de algumas entidades do concelho deixavam os filhos treinar assim", frisa Aires Sousa. Nos últimos anos, realça, fizeram-se obras em campos de futebol em muitas freguesias e teria bastado acrescentar-lhes um corredor de dois metros em volta para que se pudesse treinar atletismo. Também as obras junto ao Sameiro, no âmbito da regeneração urbana ficarão aquém das expectativas e pouco servirão para um atleta de competição, explica. 

"Não há reconhecimento pelo trabalho feito. E temos feito muito a nível nacional. Se tivéssemos um quarto do apoio que teve o basquetebol poderíamos estar muito longe", critica Aires Sousa, afirmando que as entidades locais esquecem-se dos atletas campeões nacionais e com medalhas europeias. 

 

"Coleccionador" de medalhas de ouro

 

No início deste mês, Aires Sousa, de 40 anos, venceu o II Trail das Regadinhas, uma prova realizada em Cinfães. Mas essa vitória não é nada comparada com o extenso currículo do penafidelense. 

Entre os inúmeros títulos, o atleta conquistou medalhas de ouro desde os campeonatos regionais aos nacionais. Conseguiu ainda boas classificações no campeonato da Europa.

 

Alguns dos títulos em pista: 

- Campeão do Circuito Nacional de Montanha (2007 e 2010) 

- Campeão Nacional de Montanha da Federação Montanhismo e Escalada – 21 Km (2007, 2008, 2009 e 2010) 

- Campeão da Taça de Portugal – Corrida de Montanha (2007) 

- 14.º lugar no Campeonato da Europa de Corrida de Montanha na França (2007) 

- 11.º lugar no Campeonato da Europa de Corrida de Montanha na Bulgária (2010)

 

Principais marcas: 

5000m – 14,6''

10.000m – 30,6''

15.000m – 44,30''

21km – 1h3,10''

42km – 2h20,30''

 

Fonte: Artigo da secção "Um dia na vida de..." do jornal "O Verdadeiro Olhar" 

+ consutar publicação

 

publicado por a nossa terra às 07:04
tags:


perfil

4 seguidores

pesquisar neste blog
 
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
19
20

24

29


links
Força Portugal!
badge
blogs SAPO