Meio de informação e divulgação, aberto à iniciativa e participação da comunidade, procurando difundir a actividade local entre 22 de Junho de 2007 a 1 de Outubro de 2013. Obrigado a todos os 75.603 leitores.

Igreja Românica S. Gens de Boelhe (M.N.)
26
Abr 12

 

Socialistas pretendem que seja o povo a decidir se está a favor ou contra a extinção da sua freguesia 

 Assembleia Municipal de Penafiel rejeitou referendo proposto pelo PS

 

O PS/Penafiel pretendia que fosse realizado um referendo local sobre a proposta de extinção/junção de freguesias delineada pelo Governo. O líder da concelhia socialista, André Ferreira, justificou a proposta com o facto de ser necessário dar a voz ao povo numa questão que, disse, vai mudar o seu modus vivendi. No entanto, para a coligação “Penafiel Quer” (PSD/CDS) esta é uma ideia “extemporânea” e “inconsequente”, uma vez que a Assembleia da República já votou a lei que define a reorganização administrativa. Assim, o referendo acabou reprovado com os votos da coligação PSD/CDS e CDU.

 

Coligação salientou que lei já foi votada na Assembleia da República

 

"Acho que a população deve fazer parte da solução e manifestar-se sobre uma questão que vai mudar o nosso modus vivendi das próximas décadas", defendeu André Ferreira.

Quando apresentou a proposta de referendo sobre a reorganização administrativa, o líder socialista alegou também que este mecanismo "é o princípio básico da democracia representativa".

 

Os argumentos do PS não foram, no entanto, acolhidos pela coligação “Penafiel Quer”

 

Para o líder da bancada Rodrigo Lopes, a proposta de referendo é "extemporânea" e "inconsequente". "Houve um momento em que fazia sentido pressionar o poder central. Mas agora seria uma perda de tempo", referiu antes de realçar que a lei sobre a extinção/junção de freguesias foi aprovada, no início de Abril, no Parlamento. "Não faz nenhum sentido referendar as decisões da Assembleia da República", afirmou.

Na resposta, André Ferreira declarou que, há dois meses, foi a coligação "Penafiel Quer" (PSD/CDS) que "não quis marcar uma Assembleia Municipal para discutir o tema com o argumento de que ainda não era tempo de o fazer". 

A proposta de referendo acabou reprovada pela coligação “Penafiel Quer” (PSD/CDS) e CDU e criticada pelo presidente da Câmara Municipal, Alberto Santos, que salientou as más experiências com referendos em Portugal.

Em alternativa, o edil, que se mostrou contra a reforma apresentada pelo Governo, defendeu a constituição de uma comissão com elementos de todos os partidos que chegue a um entendimento sobre os critérios que possam minimizar o efeito da reorganização administrativa.

 

ver publicação in jornal “O Verdadeiro Olhar”

 

publicado por a nossa terra às 21:50
tags:


perfil

4 seguidores

pesquisar neste blog
 
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
19
20

24

29


links
Força Portugal!
badge
blogs SAPO