Meio de informação e divulgação, aberto à iniciativa e participação da comunidade, procurando difundir a actividade local entre 22 de Junho de 2007 a 1 de Outubro de 2013. Obrigado a todos os 75.603 leitores.

Igreja Românica S. Gens de Boelhe (M.N.)
18
Mai 12

 

Por uma causa

 

 

 Professora fez Corrida Peregrina para apoiar alunos carenciados da Escola Secundária Joaquim de Araújo, em Penafiel   

 

Uma professora de Biologia partiu no dia 9 de Maio, pelas 6h30, do Porto, numa "Corrida Peregrina" que a levou a percorrer 205,3 quilómetros até chegar à Capelinha das Aparições, no Santuário de Fátima. Os objectivos de Ana Cristina Teixeira, docente da Escola Secundária Joaquim de Araújo, em Penafiel, passam por angariar fundos para apoiar os alunos carenciados da escola e passar uma mensagem de combate ao abandono escolar. 

Esta não é a primeira vez que a docente corre por causas, tendo já participado em algumas maratonas, mas é a primeira que se lança numa iniciativa solidária deste género.

A angariação de fundos, explicou, é feita tendo por base a quantia de um euro por quilómetro. Quem quiser apoiar esta causa deve contactar a escola e pode financiar um ou o total dos quilómetros percorridos, ou mesmo doar um valor ao seu critério. As contas serão feitas no final desta Corrida Peregrina mas, na sala de convívio dos professores está já um mealheiro com algumas das contribuições angariadas.

 

205,3 quilómetros em três dias

 

Três dias, divididos em 12 etapas, num total de 205,3 quilómetros separavam Ana Cristina Teixeira do seu objectivo: chegar à Capela das Aparições, no Santuário de Fátima. Mas além das motivações religiosas e pessoais, a professora de Biologia, residente no Porto, levou uma outra meta, não menos importante. Esta sua "Corrida Peregrina" servirá para angariar fundos para ajudar alunos carenciados da Escola Secundária Joaquim de Araújo, em Penafiel, onde lecciona, e tem como principal mensagem o combate ao abandono escolar.

 

 

As verbas angariadas, explica Ana Cristina Teixeira, serão depois geridas pelo director do estabelecimento de ensino, que já conhece as situações que precisam de apoio. De facto, realça a professora, a prática do apoio social não é nova na escola, onde já é hábito fazer outras actividades para estes fins. Os valores conseguidos são depois usados para comprar óculos, próteses, roupa, calçado, equipamento desportivo e até fornecer cabazes de Natal aos alunos mais necessitados.

"Há alunos a sofrer graves dificuldades económicas. Alguns só fazem uma refeição completa por dia e é na escola", diz a professora. "Mais de metade dos 800 alunos da escola precisa de apoio porque está em famílias deprimidas com os dois pais desempregados; porque um dos pais teve que emigrar para sustentar a família ou porque sai de casa sem ver os pais e chega a casa e não vê os pais porque eles estão a trabalhar", acrescenta, sustentando que as carências vão mais longe que as económicas.

 

Levou bandeira com mensagens de esperança para depositar no Santuário

 

A acompanhar a professora neste percurso solidário foi uma bandeira de Portugal, cheia de mensagens de esperança, que deixará na Capelinha das Aparições. "Corro com muita alegria, só espero lá chegar", afirmou antes da partida, dizendo que as mensagens de apoio "têm sido incríveis" e deram-lhe força para completar as quatro etapas diárias de corrida. Em todo o caminho, Ana Cristina Teixeira foi contando com o apoio da família, dos colegas e dos patrocinadores que já se juntaram à iniciativa. Na manhã e quarta-feira, um carro dos Bombeiros Sapadores do Porto acompanhou-a no trajecto até à saída da cidade do Porto.

Os detalhes da corrida podem ser acompanhados no blog criado pela professora em http://corridaperegrina.blogspot.pt. Depois desta corrida será criada uma conta solidária para que quem queira continue a apoiar esta causa.

Ana Cristina Teixeira promete repetir a iniciativa mais vezes, sempre com cariz social, destinada sobretudo a apoiar iniciativas ligadas à educação e saúde. Corredora, é casada, tem dois filhos e reside em Cedofeita, no Porto. É professora de Biologia há 22 anos, sendo, desde há três, docente na Escola Secundária Joaquim de Araújo, em Penafiel.

Por semana, Ana Cristina Teixeira corre cerca de140 quilómetros, com treinos diários, a maior parte das vezes de madrugada. Ao fim-de-semana faz corridas longas que a levam a conhecer os arredores do Porto, como Póvoa do Varzim, Vila do Conde, Trofa, Espinho… acompanhada pelo marido. "A corrida aumentou a minha vertente reflexiva. Tenho tempo para pensar e decidir. Aquilo que peço é para ser uma pessoa melhor para os outros", afirma.

 

+ consultar reportagem jornal "Verdadeiro Olhar" 

http://corridaperegrina.blogspot.pt

 

publicado por a nossa terra às 07:59


perfil

4 seguidores

pesquisar neste blog
 
Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13

20
24

28
29
31


links
Força Portugal!
badge
blogs SAPO