Meio de informação e divulgação, aberto à iniciativa e participação da comunidade, procurando difundir a actividade local entre 22 de Junho de 2007 a 1 de Outubro de 2013. Obrigado a todos os 75.603 leitores.

Igreja Românica S. Gens de Boelhe (M.N.)
06
Jun 12

 Novas tecnologias ajudam a envelhecer melhor

  

Com o objectivo de sensibilizar os cidadãos para as oportunidades de trabalho e solidariedade associadas às Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), decorreram no Espaço Internet da Junta de Freguesia de Boelhe, entre 5 de Maio e 2 de Junho, sessões de demonstração de competências em TIC. A entrega solene dos certificados aos 16 participantes decorreu neste último sábado.

No âmbito do Ano Europeu do Envelhecimento Activo e da Solidariedade entre Gerações, as sessões tiveram carácter gratuíto e, entre as diversas actividades dirigidas à população, constituiram motivos de interesse a busca activa de emprego, a criação de um curriculum vitae, a realização de uma carta de apresentação ou de motivação, pesquisa e navegação em segurança na internet e a criação de um e-mail pessoal.

 

Preocupa-o envelhecer? Ou o seu papel na sociedade quando tiver 60, 70 ou 80 anos?

 

"Há muito para viver depois dos 60 e a sociedade deve valorizar cada vez mais a contribuição das pessoas idosas", entende António Soares, um dos participantes. Aos 70 anos de idade, envelhecimento activo significa "tirar mais e não menos partido da vida à medida que se envelhece, tanto no trabalho como em casa ou na comunidade". E isso não só afecta cada pessoa individualmente mas também a sociedade no seu conjunto, conclui Fernando Ventura, reformado e o antigo taxista da localidade.

 

 

 

Em 2020, cerca de 25% da população europeia terá mais de 65 anos. A esperança média de vida passou de 55 anos, em 1920, para mais de 80 anos, nos dias de hoje. Segundo dados da Comissão Europeia, o número de pessoas com idades compreendidas entre os 65 e os 80 anos aumentará cerca de 40 por cento entre 2010 e 2030. Os gastos com pensões, saúde e cuidados continuados deverão aumentar entre 4 a 8% do PIB nas próximas décadas e os gastos totais deverão triplicar em 2050.

Esta alteração demográfica levanta desafios significativos à sociedade e à economia europeias. As tecnologias da informação e da comunicação (TIC) podem desempenhar um papel importante na resposta a estes desafios. Entretanto, com o desenvolvimento da Sociedade da Informação e do Conhecimento, são as novas tecnologias que desempenham um papel fundamental no quotidiano de todos os cidadãos, podendo prestar mais-valias aos mais idosos.

 

 

A ajuda das TIC aos idosos

 

As TIC podem ajudar os idosos a melhorar a sua qualidade de vida, a manter-se mais saudáveis e a viver autonomamente por mais tempo. Estão a surgir soluções inovadoras para fazer face a problemas relacionados com a memória, visão, audição e mobilidade, que são mais frequentes entre a população mais velha. As TIC também permitem que os idosos se mantenham activos no trabalho ou na comunidade a que pertencem.

A procura de serviços e de assistência social aumentará com o crescimento do número de pessoas muito idosas e frágeis. As TIC permitem uma gestão e prestação serviços públicos e de assistência social mais eficientes, bem como o aumento das oportunidades de inovação ao nível da comunidade, com benefícios significativos para a economia e a sociedade em geral.

 

 

Tendo em conta este cenário, surgiu na freguesia de Boelhe um projecto local de acção denominado “Envelhecer melhor na Sociedade da Informação”, dinamizado no Espaço Internet da Junta de Freguesia por uma equipa pedagógica formada por voluntários, com formação superior e dirigida à comunidade, sobretudo mais idosa. Segundo Avelino Silva, presidente do executivo, este plano local tem por objectivo permitir uma melhor qualidade de vida à comunidade, proporcionando o conhecimento e modo de funcionamento do computador, a elaboração de um texto, navegação em segurança na internet, a criação de um e-mail, significativas no domínio “TIC e envelhecimento” ou a obtenção de uma guia de pagamento do imposto único de circulação. "Não gera receitas mas a satisfação e os propósitos da iniciativa são dirigidos à população e, dentro das nossas limitações, manteremos a disponibilização semanal do Espaço Internet para novos projectos lançados pela sociedade civíl", conclui o autarca.

 

 

Plano local “Envelhecer melhor na Sociedade da Informação”

 

Celestino Rocha e Fernando Camilo compõem, em regime voluntário, a "equipa pedagógica". Ambos possuem formação superior na área e, desde Fevereiro deste ano, dinamizam junto da comunidade, em regime gracioso, a coordenação pela prestação de serviços do Balcão de Apoio e Informação ao Cidadão, criado pela Junta de Freguesia de Boelhe. Este plano local foi acompanhado de um programa com inscrições nas sessões sobre tecnologias de informação e comunicação, destinadas a melhorar a vida das pessoas, em casa, no local de trabalho e na sociedade em geral.

 

 

A iniciativa complementou o apoio à comunidade no preenchimento do requerimento electrónico para reconhecimento de insuficiência económica e isensão nas taxas moderadoras; submissão da declaração de rendimentos (Mod. 3 IRS) e; questões sobre a obtenção de abono familiar e subsídio escolar, ajudando o cidadão, sobretudo, a manter-se informado, activo e a viver com autonomia, sob os seguintes pressupostos: 

  • Envelhecer bem no trabalho: permanecer activo e produtivo por mais tempo, com melhor qualidade de trabalho e equilíbrio entre o trabalho e a vida privada com a ajuda de TIC de fácil acesso, de práticas inovadoras para locais de trabalho adaptáveis e flexíveis, de aptidões e competências digitais e de uma aprendizagem assistida através da Internet.
  • Envelhecer bem na comunidade: permanecer socialmente activo e criativo, através de soluções TIC para a criação de redes sociais, bem como do acesso aos serviços públicos e comerciais, melhorando assim a qualidade de vida e reduzindo o isolamento social.
  • Envelhecer bem em casa: gozar de uma vida mais saudável e de uma qualidade de vida quotidiana mais elevada por mais tempo, assistida pela tecnologia, mantendo simultaneamente um grau elevado de independência, autonomia e dignidade.

 

O plano local “Envelhecer bem na sociedade da informação” identifica as áreas e acções prioritárias em que as TIC podem contribuir de uma melhor forma para responder às oportunidades e desafios levantados pelo envelhecimento da população local.

 

publicado por a nossa terra às 17:58

pesquisar neste blog
 
Junho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
15
16

17
20
22
23

29
30


links
Força Portugal!
badge
blogs SAPO