Meio de informação e divulgação, aberto à iniciativa e participação da comunidade, procurando difundir a actividade local entre 22 de Junho de 2007 a 1 de Outubro de 2013. Obrigado a todos os 75.603 leitores.

14
Mai 10

 

Uma peregrinação de quatro dias por Portugal proporcionou a Bento XVI um invulgar banho de multidão numa Europa secularizada e a oportunidade para admitir os "pecados internos da igreja" no caso dos abusos sexuais cometidos por religiosos católicos. 

O escândalo da pedofilia, que tem afectado a imagem da Igreja nos últimos meses, foi habilmente gerido pelo papa que, ainda antes de aterrar em Lisboa, na terça-feira, assumia "os pecados internos". 

"A maior perseguição à Igreja" não vem de "inimigos de fora, mas nasce do pecado da Igreja", disse Bento XVI no avião que o transportou para a sua primeira grande viagem após o eclodir dos escândalos - e a questão praticamente deixou de ser notícia durante a sua presença no país. 

Quase sempre rodeado por uma invulgar multidão para um espaço cada vez mais secular como o europeu - meio milhão de pessoas em Fátima, 280 mil em Lisboa, 150 mil no Porto - o papa pode então dedicar-se à sua mensagem evangélica, usando o poder da obra da igreja num país em crise e reforçando as divergências com a chamada agenda fraturante. 

O "profundo apreço" por todas as "iniciativas sociais e pastorais que procuram lutar" contra o aborto e a defesa da família, "fundada sobre o matrimónio indissolúvel de um homem com uma mulher", foram sublinhados pelo papa, numa altura em que em Portugal vigora a lei do aborto e que já foi aprovado pelo parlamento o casamento entre pessoas do mesmo sexo. 

Inevitável a comparação com a visita em 2000 de João Paulo II, considerado um pontífice mais "popular", a peregrinação do "Papa intelectual" Bento XVI não sai muito prejudicada, quer em mobilização de crentes como no ambiente festivo, que nem sequer foi penalizado pela divulgação das medidas de austeridade. 

A crise económica não deixou de ser assinalada pela igreja para destacar o seu papel tradicional de caridade: "Nas famílias, nas escolas, na economia e na sociedade em geral, há muitas solicitações - por vezes dramáticas - da presença e da caridade dos cristãos", lembrou hoje o bispo do Porto, durante a homilia na Avenida dos Aliados. 

Durante quatro dias, grande parte do Portugal católico viveu entusiasmado com a presença do seu líder espiritual e com a reafirmação que fez da perenidade da missão mariana de Fátima mas nem sempre foi consensual a "excessiva" presença desta peregrinação num Estado laico como o português. 

A visita papal foi acompanhada em permanência pelo Presidente da República que desejou que a peregrinação fosse um sinal de esperança perante a crise: " É um estímulo para o futuro. Um sinal de esperança e de confiança". 

Também o Governo socialista aderiu à visita, num espírito que José Sócrates resumiu a Bento XVI como uma "relação descomplexada" entre o Estado e as diferentes confissões religiosas. 

No final, crentes e pontífice talvez tenham ficado surpreendidos mutuamente: pela adesão popular e por uma imagem "mais próxima" do Papa.

 

D. Manuel Clemente, Bispo do Porto e Bento XVI: A Diocese em Missão

 

 

Papa diz que a Igreja tem de vencer a tentação de se limitar ao que tem.

 

Bento XVI durante a missa nos Aliados @Lusa/André Kosters

14-05-2010 11:27

 

Bento XVI apelou ao reforço do espírito missionário na homilia de hoje na Avenida dos Aliados, no Porto. Afirmou que a Igreja está pronta para o diálogo inter-religioso e pediu cuidado com o conformismo. "Seria morrer a prazo", sublinhou.

 

Bento XVI cumprimenta os escuteiros @Lusa/André Kosters

14-05-2010 11:17

 

O Papa Bento XVI feliz com a recepção das crianças da vigararia de Gaia,.@Vera Moutinho

14-05-2010 09:35

 

Poderá acompanhar em directo as cerimónias desta manhã, da Av.ª dos Aliados, no Porto in http://www.rr.pt/ 

 

 

publicado por a nossa terra às 18:10


perfil

4 seguidores

pesquisar neste blog
 
Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9

17
19

25

30


links
Força Portugal!
badge
blogs SAPO