Meio de informação e divulgação, aberto à iniciativa e participação da comunidade, procurando difundir a actividade local entre 22 de Junho de 2007 a 1 de Outubro de 2013. Obrigado a todos os 75.603 leitores.

11
Out 10

Precisamente um ano após as últimas eleições autárquicas, o dia 11 de Outubro de 2009 constituiu em Boelhe, uma data para um resultado absolutamente histórico. Mercê de um trabalho intenso, de uma equipa unida e coesa e de um projecto político centrado para toda a população, Avelino Silva e toda a sua equipa independente com o apoio do Partido Socialista, obteve a confiança dos eleitores. 

Passados doze meses, sem dúvida, de um grande resultado, pelo número de votos, crescimento da candidatura surpreendente, modelo político com vida para novos e graúdos, esta eleição reflectiu-se em mandatos que, para todos os órgãos, alteraram positivamente os órgãos representativos da freguesia: Boelhe conseguiu eleger, pela primeira vez, um independente, só por si, positivo para a Democracia ou não tivesse sido Avelino Silva membro eleito em sucessivos executivos, como Secretário, quatro nas listas do PSD e por duas vezes nas listas da Coligação Penafiel Quer (PSD/CSD), os independentes Olinda Almeida e Zeferino Sousa, foram eleitos para a composição dos restantes lugares no executivo – inédito, uma mulher assume um cargo neste órgão local. Na Assembleia de Freguesia, órgão que necessitava de remodelação, dado que “quando funcionava, apenas funcionava para alguns”, “sem a presença do povo”… sim, em pleno século XXI e algumas décadas após Abril, merece enaltecer-se uma promessa do presidente eleito: o povo terá presença e voz neste órgão.

Mérito para Avelino Silva, sem margem de dúvida, soube unir o que outros separavam, indicado por cidadãos de Boelhe, disponível para liderar uma equipa, independente, alicerçado pela confiança do povo, das mais variadas ideologias político-partidárias, em torno de projectos com concretização e apoiado por um partido que, desde o primeiro momento, demonstrou reconhecimento, valia e empenhamento – toda a campanha serve como prova e forma da sua vontade e amor por Boelhe.

Passadas as eleições, se para uns foi um ano e tempo de todos os eleitos trabalharem afincadamente em prol da nossa terra, outros preferiram o acto de “acerto de contas” esquecendo-se deliberadamente dos próximos anos, tão importantes para a freguesia de Boelhe e para o concelho, durante os quais os eleitos devem saber estar à altura das suas responsabilidades.

A nossa terra, assim como muitas, seguramente tem projectos, rumo ao desenvolvimento, à aquisição de necessidades básicas e equipamentos de lazer que, ora “escapam” para outras localidades, ora sob “esquecimento” ou da (in)fluência de pedidos - esquecem-se promessas de outrora que nunca chegaram ou disso não passaram. Encare-se a luta diária pelo que realmente é importante para a população, seja a rede de saneamento básico, a limpeza e conservação ou abertura de novas ruas e acessos, a construção de casas de banho junto à Igreja, parques de lazer ou o “polidesportivo” – parece que a dificuldade está no “motor de arranque”, não esquecendo, claro, ter as “contas em dia”. Mas muito mais faz falta…, o transporte adequado das crianças para as escolas, a beneficiação destas para melhores condições de ensino ou a mobilidade para todos.

Não esquecendo o encerramento das actividades lectivas na EB1 de Bairros n.º 1, das dificuldades surgem também oportunidades e, neste ponto, cabe à freguesia lutar pela cedência definitiva destas instalações para o apoio e promoção ao surgimento de novas actividades dirigidas a todos – da juventude aos idosos.

Seguramente que toda a população se revê nestes anseios e atitudes, exigindo, mas também colaborando e conjugando todos os esforços para que Boelhe possa atrair a atenção dos mais diversos responsáveis autárquicos no reforço das actuais condições de vida, seja pela juventude, pelos moradores ou na sobrevivência pelos postos de trabalho, apoio às empresas e colectividades. Afinal, não se pode “passar ao lado de tudo”.

“O povo é sábio e, na sua atitude, tem a razão”, pela forma democrática como age e o demonstra.

Fernando Rocha

 


Detido por crime de violência doméstica     

 

Um homem de 45 anos foi detido, na noite do dia 10, em Boelhe, pela GNR de São Vicente, por agredir a mulher. Os militares foram alertados para uma situação de violência doméstica, tendo acorrido ao local de imediato e detido o agressor que foi transportado para o posto, constituído arguido e notificado para comparecer em tribunal.

Fonte: GNR/Portal da Segurança

 


Bolsas de Estudo - Alunos do Ensino Superior

Apresentação de Candidaturas: 1 a 29 de Outubro 

 

Atenta às dificuldades económicas de algumas famílias do concelho, o Município de Penafiel atribuirá - para o ensino superior, no ano lectivo 2010-2011 - um conjunto de bolsas de estudo, a jovens alunos penafidelenses. 

Até dia 29 de Outubro aceitam-se candidaturas, mediante a apresentação do respectivo requerimento, acompanhado dos seguintes documentos: 

- Atestado de residência emitido pela Junta de Freguesia ou apresentação do cartão de eleitor;

- Documento comprovativo de inscrição (matrícula), ou frequência do ensino superior;

- Declaração de rendimentos para efeitos fiscais de todo o agregado familiar;

- Último recibo de pensão, invalidez ou sobrevivência;

- Bilhete de Identidade/Cartão do Cidadão;

- Cartão de Contribuinte. 

Informações:

Serviços de Educação da Câmara Municipal de Penafiel * Telef.: 255 710 700

 

! pesquisa Bolsa de estudo

Origem: Wikipédia 

Uma bolsa de estudo é uma prestação pecuniária, de valor variável, atribuída a um estudante, por uma entidade pública ou privada, para comparticipação nos encargos com a frequência de um curso.

A bolsa de estudo visa contribuir para custear, entre outras, as despesas de alojamento, alimentação, transporte, material escolar e propinas.

Pode ser conferida com base em critérios:

- de natureza económica (o rendimento do agregado familiar do estudante) e ou académica (o aproveitamento escolar do estudante);

- económicos estão, normalmente, condicionadas a um aproveitamento escolar mínimo;

- académicos não estão, por norma, condicionadas à satisfação de critérios de natureza económica.

 


Manoel de Oliveira, Maria Barroso, Inês Pedrosa, João Botelho e Mónica Baldaque, são algumas das personalidades que participam no evento

 

O Escritaria, que terá lugar de 15 a 17 de Outubro, conta com convidados cujos nomes dispensam apresentação como o de Manoel de Oliveira, Maria Barroso e Mario Cláudio.

Depois de Urbano Tavares Rodrigues, em 2008, e de José Saramago, em 2009, o ESCRITARIA é em 2010, dedicada a Agustina Bessa-Luís. A 3ª edição do festival literário, que junta em volta de um escritor de língua portuguesa vivo, o estudo, a partilha e a fruição da obra, é novamente organizado na cidade de Penafiel por esta Autarquia, em parceria com a Escritaria e a Edições Cão Menor.

+ info 

 

publicado por a nossa terra às 07:53


perfil

4 seguidores

pesquisar neste blog
 
Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
14
15

17
19
22
23

24
26
27
28
29

31


links
Força Portugal!
badge
blogs SAPO